terça-feira, 23 de outubro de 2012

Moscas (Dípteras)




 Macrofotografia - Fotografando Moscas

Os Dípteros (moscas) são uma das maiores ordens de insetos e seus representantes consistem em indivíduos e espécies em quase todos os lugares do planeta. A ordem diptera distingue-se dos outros insetos alados por possuir somente um par de asas, correspondente ao par anterior, transformando-se o par posterior em pequenas estruturas clavadas denominadas halteres, que funcionam como órgãos de equilíbrio.

Pode-se reconhecer as moscas pela cabeça, nitidamente distinta e móvel, com dois grandes olhos facetados. Algumas possuem o aparelho bucal com capacidade para absorver líquidos enquanto que em outras o aparelho bucal é do tipo picador.

Como fotografar moscas:

Vamos começar em saber que as moscas são insetos extremamente ágeis e com reflexos muito rápidos, tendo isso em vista, a aproximação deve ser extremamente lenta e cuidadosa, o mínimo deslocamento de ar faz com que a mosca saia voando, também é  importante ressaltar que dependendo da câmera ou lente que você utiliza, terá a necessidade de se aproximar mais ou menos do inseto.
Existem ocasiões em que é mais fácil clicar as moscas, quando elas estão digerindo algum alimento elas costumam ficar mais lentas, outro ponto importante é que as moscas tem um período de vida bem curto e quando estão quase completando seu ciclo de vida elas costumam ficar imóveis por longos períodos de tempo.

Mosca de cara amarela
Essa é uma foto de uma mosca caseira, nesse caso utilizei a técnica de empilhamento de foco, foram 45 exposições com ampliação de 3,5x combinadas com o software CombineZP.
Equipamento: Canon EOS600D com lente MP-E 65mm, flash Integrado, flash 480EXII e tenda difusora. Abertura f /6.3, tempo de exposição 1/50s, ISO 100.

Robber fly devorando presa
Avistei esta mosca caçadora de 1,5cm pousada na extremidade de um pequeno galho, ao me aproximar notei que ela tinha uma minúscula mosca presa em sua "boca", só deu tempo de sacar a câmera e disparar.
Canon 600D com lente MP-E 65mm, único disparo com ampliação de 1,5x.

Robber fly (Male)
Encontrei esta mosca caçadora (Robber fly) próximo a uma vegetação de capinzais, ela permitiu bastante aproximação e com isso consegui utilizar a técnica de empilhamento de foco, aproveitando também as boas condições climáticas (sem vento) usei apenas luz natural. Próximo a este indivíduo macho, encontrei também uma fêmea que também permitiu minha aproximação, acredito que eles poderiam estar copulando momentos antes, eles estavam apenas alguns metros de distância um do outro.
A foto da fêmea está nos comentários abaixo.
(Stacked from 20 natural light exposures in CombineZP.)
Empilhamento de foco combinando 20 exposições, iluminação a luz natural, ampliação de 1x.

Robber fly (Female)
(Stacked from 15 natural light exposures in CombineZP.)
Empilhamento de foco combinando 15 exposições, iluminação a luz natural.
Esta é a primeira fêmea de mosca caçadora (robberfly) que consigo fotografar, além da sorte de encontrá-la ainda tive a oportunidade de utilizar a técnica de empilhamento de foco já que ela cooperou bastante e permaneceu um bom tempo imóvel.
Pelas proximidades acabei encontrando também um macho da mesma espécie e também fiz o empilhamento de foco, postarei a foto do macho em breve.

Mosca de olhos verdes
Esta é uma foto antiga, tirada em 2011, na época que encontrei esta pequena mosca de apenas 5mm haviam várias outras da mesma espécie nas redondezas, após esse registro nunca mais encontrei nenhuma mosca dessa espécie, não sei o que pode ter acontecido para ela desaparecer daqui da região (Niterói-RJ) mas de fato elas sumiram. Espero voltar a encontrá-las por aqui.
Canon 600D com lente MP-E 65mm, iluminação apenas com o flash integrado da câmera com difusor, ISO400.

Hermetia illucens
Estes lindos olhos pertencem a uma mosca da espécie Hermetia illucens, da família Stratiomyidae.
Esta mosca possui um dos olhos mais bonitos da natureza na minha opinião, não somente pelas cores chamativas e vibrantes mas também pelos desenhos que mais parecem uma "camuflagem" militar, porém colorida.
(Stacked from 62 exposures in Helicon Focus.)
Empilhamento de foco combinando 62 exposições, ampliação de 3,5x.
(As exposições foram posteriormente combinadas com o software Helicon Focus).
Canon 600D com lente MP-E65mm.

 Mosca coberta de orvalho
Encontrei esta mosca coberta de orvalho em uma caminhada, ela se manteve imóvel por alguns minutos, cheguei a montar o equipamentos para fazer o empilhamento de foco mas após os primeiros disparos ela se movimentou e saiu voando. O interessante é que ela alçou voo mas por estar coberta d'água não conseguia se manter por muito tempo no ar, pousava em curtos períodos de distância a cada tentativa de voo.

Mutuca (Diptera: Tabanidae)
(Stacked from 34 natural light exposures in Helicon Focus.)
Empilhamento de foco combinando 34 exposições, iluminação a luz natural, ampliação de 1,5x.
(As exposições foram posteriormente combinadas com o software Helicon Focus).
As mutucas estão entre as dipteras que mais toleram nossa aproximação, aproveitei esta oportunidade para utilizar a técnica de empilhamento de foco (focus stacking), depois de aproximadamente 10 minutos ela começou a se movimentar e saiu voando, felizmente foi tempos suficiente para completar o stacking.

Banana stalk fly (mosca do pedúnculo da banana)
(Stacked from 65 exposures in CombineZP.)
Empilhamento de foco combinando 65 exposições com ampliação de 3,5x.

Mosca aranha
Esta mosca (diptera) me deu um verdadeiro baile! Assim que a avistei, preparei o equipamento para fazer o registro mas a danadinha não parava nem por um segundo, se movimentando de uma forma muito peculiar, extremamente parecida com a movimentação de uma aranha saltadeira (salticidae) ela ia de um lado ao outro do galho, fui circulando a árvore atrás dela até que finalmente me deu a chance de um clique.

"Moscando"
Esta é uma mosca comum, normalmente encontrada em todas as regiões do Brasil, mas o que me chamou a atenção é o belíssimo emaranhado entre galhos e teias em que ela estava pousada, algo tão delicado e complexo que somente a natureza seria capaz de fazer.
A mosca se manteve parada por bastante tempo mas não o suficiente para fazer o empilhamento, este é um único disparo com ampliação de 1:1, iluminação a luz natural.


Diptera
Encontrei esta moca pousada em uma área de bambuzais, me chamou bastante a atenção o estranho aparelho reprodutor extremamente alongado, se repararmos é quase do tamanho do restante do corpo dela.
Esta foto é resultado do empilhamento de 2 exposições tiradas na mão (sem tripé), unidas via software posteriormente.
Canon 600D com lente 100mm macro, iluminação mesclada de luz natural + flash com difusor.

Eristalinus taeniops
Insecta >> Diptera >> Syrphidae >> Eristalinus >> Eristalinus taeniops
(Stacked from 13 natural light exposures in CombineZP.)
Empilhamento de foco combinando 13 exposições com iluminação a luz natural.
3000px version
Não consegui completar o empilhamento com a profundidade que desejava, ventava um pouco e acabou ocasionando certo movimento na planta onde a mosca estava pousada, depois de 13 exposições ela se mexeu e não deu mais para continuar mas foi suficiente ao menos para manter seus lindos olhos tigrados dentro da área em foco.

Moscas copulando
Peço desculpas para as mosquinhas por mostrar a intimidade delas para o mundo mas é só de forma didática! haha :)
Essas pequenas moscas (Drosophila cf. melanogaster), tem aproximadamente 4mm e são geralmente encontradas em frutas maduras caídas no solo.
Canon EOS600D com Lente Canon MP-E65mm, flash Integrado, flash 480EXII e difusores.

Robberfly
Avistei esta mosca caçadora pousada em um coqueiro, ela estava a uma altura quase fora do meu alcance mas esticando bem os braços acabei conseguindo um clique, por sorte minha câmera, uma Canon600D possui display giratório, isso foi essencial para utilizar o live view na posição em que eu me encontrava. 
 
Olhos de mosca Close-up
                Mais um exemplo de empilhamento de foco, foram 37 exposições com ampliação de 3,5x.

Mosca tigre (Eristalinus taeniops)
Essa na minha opinião é uma das mais bonitas moscas que existem, ela tem os olhos tigrados, mas é um espécime bastante raro aqui na minha região, só encontrei duas até hoje. Uma curiosidade é que as duas que encontrei estavam pousadas na parte de baixo da folha e não na parte de cima como é de costume das moscas.

Mosca molhada
 As moscas não são capazes de se alimentarem de coisas sólidas e utilizam-se de uma substância "corrosiva" em sua saliva para disolver os alimentos, a foto abaixo ilustra esse momento, ela se alimenta de uma espécie de secreção da planta, as gotículas d'água são decorrentes da chuva que acabara de cair.

Mosca close-up
As duas fotos seguintes são de uma das espécimes de mosca da fruta, são duas fotos com pontos de vista diferentes, uma mais aproximada em close-up evidenciando os detalhes dos olhos e a outra com uma perspectiva mais afastada mostrando melhor as dimensões do inseto, é interessante algumas vezes fazer mais de uma perspectiva do mesmo inseto para obter diferentes modos de visualização.


Horsefly close-up
 Horsefly, essa mosca tem lindo olhos e não foge a regra da maioria das moscas, o foco na mior parte das vezes tem que priorizar os olhos, a não ser que queira mostrar os detalhes de outras áreas, como as asas por exemplo.

Hobberfly focus stacking
As três próximas fotos mostram os detalhes de uma Hobberfly (Asilidae) conhecida como mosca caçadora aqui no Brasil, ela tem esse nome pois é uma espécie de mosca que se alimenta de outros insetos, ela possui uma espécie de "arpão" retrátil dentro dessa  extremidade escura abaixo dos olhos, com essa ferramenta ela perfura sua presa e suga a parte líquida de seu corpo.

                                                                  Detalhe dos olhos em PB.

Mosca soldado
 Aqui priorizei o foco nos olhos, e usei uma ISO um pouco mais elevada (ISO 400) para compensar o plano de fundo e conseguir uma exposição com cores mais suaves.

Mosca branca
Se prestarem ateção é possivel notar que o foco está em apenas um dos olhos mas as costas e a "boca" estão bem focados, preferi sacrificar o foco em um dos olhos para evidenciar os pelos na parte posterior.

 Mosquinha preta
Essa é uma das menores moscas que já fotografei, com aproximadamente 4mm foi necessário uma ampliação de 4:1 com a lente MP-E 65mm, fiz na mão sem a ajuda de tripé ou monopé, respirei fundo e cliquei. rsrs

Mosca verde
Outro momento oportuno para clicar insetos é após uma chuva tropical, as moscas não voam enquanto não estiverem secas e esse é o momento de pegar a camera e ir a procura delas.

Mosca da fruta close-up
 As duas fotos seguintes são de um espécime de mosca da fruta, mais uma vez o foco no close-up evidenciando os lindos olhos coloridos mas também um segundo frame com o corpo inteiro da mosca.
Mosca da fruta

Mosca das flores
Muitas pessoas são enganadas e acham que todo inseto que se alimentam de néctar são borboletas e abelhas, mas essa mosca prova que essas pessoas estão erradas, o aparelho de alimentação (boca) é bem parecido com a probóscide de uma borboleta, um longo "tubo" que se contrai em espiral.

Outro exemplar minúsculo, esse com aproximadamente 5mm, mas com os olhos gigantescos se comparados ao tamanho do corpo.

A Pseudolynchia canariensis ou Mosca do Pombo são moscas hematófagas (alimentam-se de sangue) que possuem o corpo geralmente largo e achatado, costumam viver na plumagem dos pombos urbanos.
Equipamento: Canon EOS600D com Lente Canon MP-E65mm, flash Integrado, flash 480EXII e difusores.

Nas duas fotos seguintes é possível observar a diferença do orifício oral (boca) de dois diferentes espécimes de moscas, a primeira abaixo possui algumas estruturas e uma espécie de lança na ponta com a finalidade de perfuração, já no segundo exemplo a boca se parece mais com um desentupidor de pias com a finalidade de sucção.



Outra mosca que se alimenta de néctar, para essa foto tive que utilizar uma ISO mais elevada  (ISO400) só que nesse caso foi pela necessidade de não estar usando um flash dedicado no momento.

 Algo interessante na macrofotografia é captar os acontecimentos naturais dos insetos, como na foto abaixo uma hobberfly se alimentando de um pequeno besouro.

Essa foto foi feita com uma única exposição, de uma mosca do esterco, existem várias outras espécies denominadas popularmente de mosca do esterco, mas na maioria dos casos elas não se alimentam das fezes e sim depositam seus ovos nele.

Essa é uma mosca verde ou mosca varejeira, como é conhecida aqui na região, ela possui um incrível sistema de vôo, é capaz de ficar "parada" em pleno ar e mudar rapidamente a direção. No flagrante abaixo ela está limpando os olhos, ato comum entre as dípteras que são capazes de girar verticalmente a cabeça cerca de 180º.

 Essa foto de uma Hobberfly foi publicada na revista Digital Photographer nº 24.
42 exposições a 1:1 de ampliação combinadas com o software Helicon Focus.

 Empilhamento de foco (focus stacking ) 28 exposições a 3:1 de ampliação unidas com o software CombineZP.

Mosca doméstica
Canon EOS600D com Lente Canon MP-E65mm, flash Integrado, flash 480EXII e difusores.

 Robberfly
Stacking de macro combinando 25 exposições com  ampliação de 1,5x,  iluminação a luz natural e ISO 200.
Esse espécime é geralmente encontrado repousando em pequenos arbustos rasteiros no início da manhã , condição ideal para a prática do fucus stacking com luz natural.

Moscas na fruta
Essas duas moscas desfrutavam tranquilamente dessa manga enquanto eu as fotografava.
Como já havia dito, algumas vezes é interessante fazer mais de uma perspectiva da cena, no caso abaixo um close-up mostrando melhor os detalhes e uma tomada mais afastada para mostrar toda a cena.



13 comentários:

  1. Respostas
    1. Olá, muito obrigado pelo comentário!

      A MP-E é uma ótima lente, você não vai se arrepender de adquiri-la.

      Excluir
  2. Site fantástico! Uma foto mais linda que outra! Parabéns! :))

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Carlos, muito obrigado pelo comentário, é muito valioso! Abs!

      Excluir
  3. Olá Maxwel!!!
    Qual é o nome científico desses Dípteros com olhos tigrados ao qual voce fotografou, pois moro em um bairro aonde tem muita dessa espécie!!!
    Att,
    Thelmo Nogueira.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Thelmo,

      O nome científico dessa mosca de olhos tigrados é "Eristalinus taeniops", e pelo o que eu pesquisei ela não é nativa dessa região. Não sei como elas vieram parar aqui, talvez transportadas por navios ou algo do tipo.

      Em qual estado você mora?

      Abs e obrigado pelo comentário.

      Excluir
  4. Estava bizolhando de novo,acho que ate encontrei o que tava pesquisando,,uma mosca branca com olhos pretos e com uma faixa vermelha,deve ser essa sua "Mosca Soldado",,maravilhas ,todas,,,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aqui onde costumo procurar insetos tem uma boa variedade de espécies de mosca. Obrigado pelo comentário!

      Excluir
  5. Ricardo Q. T. Rodrigues10 de agosto de 2013 15:24

    Olhos nos olhos, um show de formas e cores Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olho é o que não falta... rsrs
      Muito obrigado pelo comentário Ricardo, abraço!

      Excluir
  6. Belíssimas fotos!
    Fiz um Haiga com uma delas.Cómo fazer para que a veja?
    vou colocar no meu Face Book.Dea Coirolo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, muito obrigado pelo elogio!

      Me desculpe pela demora para responder, estava com um problema no blogger, não estava recebendo as notificações de comentários por e-mail.

      Vou te procurar no Facebook para ver o Haiga.

      Excluir
  7. Muito bom! Tenho um grupo de insetos no facebook e coloquei seu blog lá (https://www.facebook.com/groups/651175124976937/) E esta convidado a participar ! parabens!

    ResponderExcluir