segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Louva-a-deus




Macrofotografia - Fotografando Louva-a-deus


   O louva-a-deus é um inseto da ordem Mantodea. Há cerca de 2400 espécies de louva-a-deus, a maioria das quais em ambiente tropical e subtropical. Seu nome popular decorre do fato de que, quando está pousado, o inseto lembra uma pessoa orando. Os louva-a-deus são insetos relativamente grandes, de cabeça triangular, tórax estreito com pronoto e abdómem bem desenvolvido. São predadores agressivos que caçam principalmente moscas e afídeos. A caça é feita em geral de emboscada, facilitada pelas capacidades de camuflagem do louva-a-deus. Como não possuem veneno, os louva-a-deus contam com as suas pernas anteriores que são raptatórias, ou seja, modificadas como garras, para segurar a presa enquanto é consumida. A sua voracidade leva a que sejam considerados muito bem vindos pelos amantes da jardinagem e agricultura biológica, uma vez que, na ausência de pesticidas, são um fator importante no controle de pragas de jardim.
   O voo do louva-a-deus é algo impressionante. Remete ao voo de um caça de combate. Ele também tem a capacidade de desviar de ataques de morcegos em pleno voo executando mergulhos.


Louva a deus devorando uma lagartixa
Encontrei esta cena inusitada enquanto fazia uma expedição noturna em uma área de Mata Atlântica, procurava por alguns insetos para fotografar quando me deparei com este Louva a deus devorando o pequeno lagarto, por alguns minutos resolvi fazer alguns vídeos e entre uma tomada e outra, clicava algumas fotos. Após cerca de 10 minutos o louva a deus dispersou a carcaça da lagartixa e saltou em direção a vegetação.
É a lei da natureza, a sobrevivência do mais forte!
 Algumas outras fotos por outros ângulos


Louva-a-deus vs louva-a-deus
Essa é uma daquelas cenas únicas, que quando nos deparamos com ela ficamos deslumbrados em ver como a natureza é fantástica, mas ao mesmo tempo temos que estar preparados para registrar a cena e fazer o melhor clique. Quando avistei os dois louva a deus, eles estavam frente a frente apenas se olhando, balançando seus corpos como se estivesses se estudando, quando de repente o louva a deus que está desfocado em primeiro plano a direita (na foto) partiu em direção ao seu rival, mesmo sendo bem menor (quase a metade do tamanho do seu oponente) o pequeno não se intimidou e abriu suas asas mostrando seu lindo display em forma de alerta como se falasse "ei não chega perto senão o bicho vai pegar" e o incrível é que a tática funcionou, o grandão tentou se aproximar mais algumas vezes mas logo desistiu da investida e foi embora.

Louva-a-deus verde
Este é um louva a deus verde em fase adulta, este exemplar tinha cerca de 10cm, aproveitei o céu azul para contrastar com o verde do inseto.
Canon EOS600D com Lente Canon 100mm, iluminação a luz natural + flash 430EXII.
 Por outro ângulo:
 
Louva-a-deus (Mantodea)
Em uma tarde nublada estava procurando por alguns insetos para clicar e não havia encontrado nenhum, até que tive a grata surpresa de avistar o nosso amiguinho aqui da foto abaixo, além de permitir com que eu me aproximasse e tirasse algumas fotos, ele ainda ficou fazendo várias poses. Fiquei fazendo a sessão de fotos e pude testar várias posições de iluminação e enquadramento, procurei ajustar a luz de forma que conseguisse profundidade e ao mesmo tempo manter as cores do bichinho.

Louva-a-deus faminto
Os louva-a-deus são predadores vorazes e muito eficazes também, peguei esse com a "boca na botija" devorando um grilo que acabara de capturar, ele estava em um arbusto próximo a uma parede acinzentada que cerviu perfeitamente como plano de fundo.

Silhueta
Fiz essa foto em 2010 com uma Canon SX20, aproveitei o pôr do sol para fazer um contraluz e capturar a silhueta do louva-a-deus, ele estava repousando na ponta de um pequeno galho.

Fazendo pose para a foto
Mais uma bela pose para a câmera, uma boa dica é ficar observando pacientemente o louva-a-deus por um período de tempo, muitas vezes ele para para se limpar ou observar as coisas ao redor gerando ótimas poses.

Cópula de Louva Deus
O ritual de acasalamento dos louva-a-deus, que decorre por volta do outono, é uma época de perigo para os machos da espécie, uma vez que a fêmea muitas vezes acaba por os matar e comer durante/depois do ato. Depois do fato consumado, a fêmea põe entre 10 a 400 ovos numa cápsula endurecida que deposita no chão, superfície plana ou enrolada numa folha.

Louva-a-deus predando mariposa
Outra cena de predação, aqui a presa é uma mariposa de aproximadamente 4cm, ele demora aproximadamente uns 5min para devorar completamente a mariposa deixando somente as asas.

Louva-a-deus close-up
Close-up com ampliação de 3:1, câmera Canon EOS 600D com lente MP-E65mm.

Timidez
Esse resolveu fazer uma pose de tímido, aproveitei o momento para fazer o registro.

Louva Deus predador
Aqui mais uma mariposa é predada, no momento da foto ele devora as últimas partes antes de descartar as asas da mariposa.

 Falso louva Deus (Neuróptero)
Encontrei esse espécime de louva a deus (Mantodea) voando rapidamente entre as folhagens de uma árvore, dei sorte e consegui fazer a foto, ele tem aproximadamente 2cm e mantinha as patas dianteiras sempre nessa estranha posição.
Correção sobre a ID
Na verdade este é um Neuróptero da família Mantispidae e não um louva-a-deus como eu achava, a pesar da grande semelhança.  ID feita por Cesar Crash

Louva-a-deus amarelo
Esse espécime de louva deus tem aproximadamente 3cm e é normalmente encontrado em áreas de capinzais, ele tem como camuflagem suas cores que são muito parecidas com as do capim, além de seu corpo esguio que facilmente se mistura ao ambiente em que vive. Para essa foto escolhi manter o plano de fundo preto para realçar o contraste do inseto.
 Louva-a-deus close-up

Louva a deus em posição defensiva
A alguns meses atrás postei algumas imagens e também um vídeo mostrando o embate entre dois Louva a deus, essa foto mostra um dos momentos em que um dos espécimes fica em posição de defesa com a intenção de intimidar seu oponente.

Louva a deus
Encontrei esse simpático louva a deus e comecei a fotografá-lo, percebi que por alguns instantes ele ficava completamente imóvel e aproveitei para fazer os cliques usando como fonte de iluminação somente a luz natural, nessas condições são necessários tempos de exposição mais prolongados para aproveitar bem a luz e utilizar uma ISO mais baixa.
Por sorte meu amiguinho louva a deus cooperou bastante e se manteve imóvel por diversas vezes.
Não foi possível tentar um empilhamento de foco pois não estava com o trilho de foco no momento.Gosto muito de trabalhar com luz natural pois dessa maneira as imagens se mantêm mas fiéis a cena, proporcionando uma foto mais suave, tanto na iluminação quanto nas cores.
Canon EOS600D com Lente Canon 100mm USM, Tripé, f/5.2, 1.6seg, ISO 200.
 [f/4.5] [0.8seg] [ISO 200]
 [f/5.6] [1.6seg] [ISO 200]
 [f/4.5] [0.8seg] [ISO 200]
 [f/7.1] [2.5seg] [ISO 200]

 Mosca abusada
Encontrei este louva-a-deus vagando pelas folhagens no chão o que já não é um comportamento muito comum pois geralmente eles se locomovem através das plantas e raramente andam pelo chão, como se isso não bastasse, ao se deparar com uma goiaba o louva-a-deus se "debruçou" e começou a beber o líquido adocicado da fruta, comportamento que eu sinceramente desconhecia. Todos sabemos que os louva-a-deus são predadores vorazes, mas esse aqui parece gostar de uma sobremesa doce as vezes.
Após alguns instantes se deliciando com a fruta, algumas pequenas moscas que também estavam pousadas na goiaba começaram a se aproximar do louva-a-deus e acabou que uma delas protagonizou a cena acima, a abusadinha pousou sobre a cabeça do louva-a-deus, mau sabia ela que pousava na cabeça do seu predador, e em uma fração de segundos a mosca foi capturada pelo louva-a-deus.
Abaixo seguem as outras fotos sequenciando a cena.
 Um pouco antes da mosquinha pousar em sua cabeça:
 Temos que concordar que a mosca abusou um pouco da sorte.

 Louva-a-deus vs Gafanhoto
Em uma saída para macrofotografar acabei me deparando com esta cena em que um louva-a-deus se alimentava de um gafanhoto, tive bastante sorte em avistar os insetos pois a iluminação natural já estava bem escassa e eles se encontravam na parte interior de um arbusto, na verdade era a última planta que iria vasculhar antes de ir embora.
Canon 600D com lente 100mm macro + 2 flashes com softbox. Os alaranjados no plano de fundo se devem a entrada dos raios de luz do sol poente, que adentravam ao arbusto.

 Louva a deus face off
Estava explorando uma pequena área de Mata Atlântica e tive a sorte de me deparar com uma cena no mínimo inusitada, dois louva a deus estavam de frente um para o outro, balançando seus corpos e se encarando, saquei a câmera e comecei a registrar a cena


13 comentários:

  1. Gostei muito o que vi por aqui, parabéns pelas fotos e os excelentes cometários.

    ResponderExcluir
  2. Olá Marlon, muito obrigado pelos comentários, sua opinião é muito importante. Estou preparando uma nova postagens, agora sobre moscas. Abs!

    ResponderExcluir
  3. Gostei muito das suas fotos, são excelentes principalmente as do louva-a-deus predando, estás de parabéns !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Camila,

      Muito obrigado pelo elogio, as cenas de predação também estão entre minhas favoritas!

      Excluir
  4. Respostas
    1. Olá César,

      Te agradeço meu caro amigo, fico feliz em te ver por aqui!

      Excluir
  5. eu amei as fotografias, putz é incrível a natureza, os detalhes, amei mesmo!
    parabéns! como diz aqui no ceará " tú si garantiu mah, dei mó valor!"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muitíssimo obrigado pelo comentário e elogios! =D

      Excluir
  6. Nossa ja achei um louva-deus com 17cm o maior que ja vi , ele era da cor verde,encontrei ele em uma arvore rastera ,muito interessante isso eu adoro insetos =) parabens pelas fotos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Jonny, muito interessante hein, esse espécime que você encontrou realmente é muito grande, maior que o "padrão", deu sorte em encontrar um exemplar assim. Obrigado pelo comentário!

      Excluir
  7. Ola meu grande amigo.
    Fui ao sitio de meu pai e encontrei hoje um bichinho estranho, no qual tirei algumas fotos para descobri de especie se tratava, e encontrei no seu blog. Trata-se da especie Neurotero, e também como você acreditei que fosse ate uma novas especie. Agora que descobri que espécie e, vou compartilhar as imagens que fiz, já que ele parecia pousar pramim fazer essas fotos. Um abraço.

    ResponderExcluir
  8. Teus comentários são mesmo a graça do post. Ótimas fotos. Parabéns!

    ResponderExcluir